FESC
X
X
X
X
X
18740 Visitas


Atletas Capixabas na Taça Brasil de MBT - Cross Country Olímpico - XCO em Maricá – RJ

Publicado em 14 out 2017| Por FESC | 0 comentário

Aconteceu no último domingo dia 8 de Outubro a última etapa da Taça Brasil de Mountain Bike - Cross Country Olímpico - XCO em Maricá – RJ, e o Espírito Santo não ficou de fora dessa disputa. Numa competição com as maiores estrelas do MTB Nacional e Mundial, como Henrique Avancini, que retorna ao TOP 10 no ranking mundial, Sherman Trezza, Rubens Donizete, entre outros, o grupo MTBCCV da cidade de Domingos Martins e Equipe Odonto Pedal de Vila Velha representaram significativamente com 7 atletas na pista em diversas categorias; e como era de esperar, fizeram história numa prova com pontos válidos para o ranking nacional e mundial. Segundo a Confederação Brasileira de Ciclismo – CBC, os primeiros colocados das categorias Elite e Júnior também pontuaram para o ranking mundial.

Com uma equipe bem seleta, com categorias de base até as Másteres, a equipe conquistou importantes colocações com os atletas Emerson Monhol e Fábio Koehler 6º e 9º lugares na Máster B1; Eraldo Klein 7º da Máster B2; Luiz Felipe Huber 7º lugar na duríssima Sub-23, onde ele vem se destacando a cada dia; conquistou a 10ª colocação no Campeonato Brasileiro de XCO de 2017 e agora já pulou para 7ª posição numa prova de nível nacional.

 

Fábio Koehler (esq) e Emerson Monhol (dir) - Máster B1
Créditos: Thiago Lemos - Pedal.com.br
 
 

Mas os destaques principais ficaram por conta dos atletas Guilherme Stein de Vila Velha, da Equipe Odonto Pedal, campeão da Infanto Juvenil; Thiago Romaguera, grupo MTBCCV campeão da categoria Juvenil e o atleta Arthur Assumpção também MTBCCV e vice-campeão da categoria Junior.

Os capixabas fizeram bonito e mandaram muito bem na prova que foi dura pois o calor foi fator crucial para o rendimento, chegando a 40° em alguns momentos da prova. Segundo Emerson Monhol, apesar da pouca altimetria, o percurso contava com cotovelos fechados em subidas íngremes, o que exigia muita força e técnica dos atletas.

Para Guilherme Stein as diversas sequências de rock gardens e pontes de madeira garantiram a diversão da prova apesar de também ter achado dura por causa do calor. Guilherme ainda ressaltou que participar desta prova foi mais uma experiência fantástica pelo fato de correr na mesma pista das estrelas do MTB nacional e mundial e conseguir absorver o máximo possível de dicas para um bom desempenho em provas futuras.

Guilherme Stein - Campeão da Categoria Infanto Juvenil 

Para Arthur Assumpção a pista estava bem dura, técnica e exigia bastante atenção do atleta, pois havia muito cascalho e terra solta, mas foi taxativo em dizer que o principal obstáculo da prova foi o calor, segundo ele largou para 4 voltas com 43°C o que dificultou muito o rendimento, mesmo assim andou junto com o primeiro pelotão com os 5 primeiros atletas e no final da volta conseguiu abrir junto com o primeiro colocado e fechando a prova como vice-campeão da categoria Júnior. Apesar de saber que a categoria é super disputada por ser a porta de entrada para a sub-23, Arthur almeja participar da Copa Internacional de MTB em Araxá e continuar conquistando boas colocações a nível nacional.

Arthur Assumpção - Vice Campeão da Categoria Júnior

 

Para o campeão da categoria Juvenil Thiago Romaguera, a prova muito bem organizada e a fantástica pista contou com diversos trechos técnicos. Thiago conseguiu largar bem e manter um ritmo constante de prova, liderando com uma boa vantagem para os demais competidores. Uma participação muito satisfatória para fechar sua participação na categoria juvenil, já que no próximo ano passará a competir na categoria Júnior.

Thiago Romaguera - Campeão Categoria Juvenil
 

Para Luiz Felipe Hubber, estar entres os 10 melhores da sub 23 no Brasil é muito especial, pois ter que conciliar estudar, treinar e trabalhar não é fácil, além de abrir mão das festas, baladas e diversões que são naturais de meninos de sua idade, mas que ele afirma não sentir falta, pois tem objetivos; nesta prova ele confirma e resgata os resultados do esforço que vem fazendo já há 3 anos. Quando é perguntado como é estar ao lado das grandes estrelas do MTB nacional e mundial ele responde: “poder alinhar e estar com eles em uma prova é muito especial pra mim, pois passa um filme de tudo que passei em minha vida para estar do lado de grandes feras nacionais”. Luiz ainda alerta que mesmo com bons resultados, as dificuldades dos atletas continua sendo a busca por apoio financeiro e patrocinadores, já que os custos que envolvem as participação em provas deste porte são altos.

Luiz Felipe Hubber - TOP 10 Sub 23

Com este saldo super positivo a equipe retornou ao estado já pensando na última prova do ano, o Campeonato Estadual de Maratona em Pedra Azul, que acontecerá no dia 19 de Novembro, e pensando nos preparativos para a temporada 2018, onde cada um tem seus objetivos e alcançar ou se manter no TOP 5 da categoria é um deles.

A Federação Capixaba de Ciclismo se orgulha da participação de seus atletas e parabeniza-os pelos excelentes resultados na Taça Brasil de Mountain Bike – XCO etapa de Maricá – RJ.

Vamos pra cima galera!



Para mais informações

E-mail: contato@fesc.esp.br
Fomulário de contato: Aqui


Comentários

    Não existe comentários neste tópico, seja o primeiro a comentar!
Deixe aqui o seu comentário
Todos os direitos reservados a Federação Espírito Santense de Ciclismo FESC
AV. Hugo Viola, nº 955, loja 08, Mata da Praia

Contato:contato@fesc.esp.br

By